Huawei Nexus 6P 4gnews8

A Huawei é a terceira maior construtora de dispositivos móveis no mundo, sendo apenas ultrapassada pela Samsung e pelo Apple. Além disso, em 2015 mereceu o prémio de marca revelação e vendeu mais de 10 milhões de unidades do seu Huawei P8 Lite no continente europeu. Escusado será dizer, portanto, que esta marca tem um enorme potencial.

Apesar da sua posição no mercado dos Estados Unidos da América ainda ser algo débil, algo que o próprio CEO da empresa reconheceu. Ao lançarem o Huawei Nexus 6P não poderiam ter escolhido um melhor embaixador para marcarem presença nesse escrupuloso mercado norte-americano e digas-se de passagem, este Nexus 6P é um dos melhores dispositivos que podem encontrar no mercado (pelo menos a mim conquistou-me).

   

Esta débil posição no mercado norte-americano é um dos principais vectores na política de crescimento e desenvolvimento da Huawei, começando por estabelecer parcerias com as principais operadoras de redes móveis para vender os seus equipamentos através dessa via e chegando assim à grande massa de consumidores americanos. Este objectivo deverá ser atingido, pelo menos com uma das quatro grande operadoras daquela nação, até ao fim do presente ano.

A Huawei foi a marca revelação de 2015 e começou bem o ano com o seu Mate 8

Huawei Mate 8 4gnews35

Vê também: Análise / Review ao Huawei Mate 8

A Huawei já é uma das marcas mais sonantes no mercado português e europeu, chamando a si um grande número de consumidores e um forte círculo de fãs. As suas bases são sólidas e a aposto no marketing tem dado muito frutos em solo luso. Algo que terão de aplicar nas terras do “Uncle Sam” e não duvido que serão bem sucedidos.

É certo que não será tarefa fácil conquistar um público com mentalidade bem enraizada na Apple e na Samsung mas a sua recente linha de produtos, que em 2016 se inaugurou com o phablet Huawei Mate 8 e que será em breve complementada pelos novos Huawei P9, mostram-nos que esta marca tem cada vez mais excelentes artigos para oferecer e será uma questão de tempo até seduzirem os grandes “States”.

Conseguirá ultrapassar a Samsung e a Apple em apenas 5 anos? O que acham?

Mais novidades da #MWC16:

Fonterecode.net

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).