Motorola Moto G6 Plus Android
O Motorola Moto G6 seria um dos dispositivos Android apresentados hoje.

Depois de toda a especulação, eis que na semana passada ficamos a conhecer os novos Motorola Moto G6 e Moto E5. Estas são as novas apostas da empresa para os mercados de gama média e gama de entrada. Dois dos segmentos onde os seus equipamentos são mais populares.

Em boa verdade, a linha Moto G foi sempre uma das mais populares entre os consumidores de gama média. Os mesmos prezaram desde o primeiro dia pela excelente relação qualidade / preço. Lembro-me que o primeiro Moto G foi um verdadeiro ícone de mercado.

Vê ainda: Xiaomi Mi 6X vs Nokia 7 Plus – 2 opções igualmente válidas em Portugal?

Para tentar dar continuidade a esta história temos agora os novos Motorola Moto G6. Estes, nos seus três elementos, possuem uma qualidade fantástica para a gama onde se inserem. Na realidade, já não é preciso comprar um topo de gama para termos um equipamento feito com materiais premium.

Motorola Moto G6 são dos gama média mais interessantes do mercado

O design contemporâneo e a sua construção em vidro fazem destes Moto G6 dos gama média mais apelativos do mercado. Não esquecendo ainda o preço pedido e as especificações que os suportam. Enfim, um conjunto que poderá ter imenso sucesso.

E é precisamente isso que a empresa detida pela Lenovo espera que ocorra. A Motorola revelou as suas expectativas de vendas para esta linha. O objetivo traçado é vender 30 milhões de Motorola Moto G6 ao longo do seu período de vida.

Esse período deverá ser de dois anos, o habitual para este tipo de equipamentos. Por período de vinda entenda-se o tempo em que o smartphone é suportado oficialmente pela marca. O tempo durante o qual será contemplado com atualizações de sistema e de segurança.

Ora bem, este objetivo pode ser perfeitamente alcançável tendo em conta o passado desta linha. Aproveitando a ocasião, a Motorola revelou que a linha Moto G já vendeu um total de 70 milhões de exemplares e o seu objetivo é chegar aos 100 milhões.

Estes números remontam a 2013, ano em que foi desvendado o mítico primeiro Moto G. Com efeito, isto dá uma média de 14 milhões de unidades por ano. Ora, com a apresentação de três modelos, é perfeitamente plausível que as suas vendas possam aumentar. Ainda assim, a Motorola não foi gananciosa nas suas previsões.

Relembro que a Motorola já não tem presença oficial em Portugal, o que é uma pena. Em contrapartida, esta é uma das marcas mais populares no Brasil e noutros mercado emergentes. Assim, veremos como se irão portar os Moto G6 ao longo dos próximos tempos.

Assuntos relevantes na 4gnews:

O futuro Samsung Galaxy poderá chegar com 3 ecrãs OLED

Alcatel exige 5 estrelas na Play Store para desbloquear funções das Apps

Xiaomi Mi 5 é o mais recente Android a receber o Face Unlock

Fonte

O gosto por tecnologia foi algo que esteve sempre dentro de mim. Com o crescer do mercado dos smartphones, também o meu entusiasmo com os mesmos aumentou. Já nos tempos livres, as séries são o meu principal passatempo.