HTC Vive VR 4gnews

Neste ano de 2016 vimos muitas empresas a apostar forte no setor da Realidade Virtual. Lembro-me, por exemplo, da forte presença que a Realidade Virtual teve na edição deste ano da MWC, tendo até marcas como a Samsung incluído essa nova tecnologia na apresentação dos seus novos Galaxy S7 e Galaxy S7 Edge.

Vê também: Analistas acreditam que os dez anos seguintes ao iPhone 8 serão complicados para a Apple

   

Estes primeiros sinais levaram-nos a crer que esta poderia vir a ser a tendência do futuro, com as marcas a apostarem cada vez mais no setor com mais e melhores dispositivos de VR. Com o ano a chegar ao fim, são já muitas as firmas analistas que começam a dar os seus palpites para o que virá em 2017 e desta vez vamos falar da Realidade Virtual.

Samsung s7 vr 4gnews

Assim sendo, os analistas acreditam que a procura de dispositivos de Realidade Virtual irão diminuir bastante no próximo ano. As razões apontadas para tal são o elevado preço que estes dispositivos ainda possuem e também a falta de conteúdo dedicado à Realidade Virtual. Este ceticismo é agravado pelo facto dos dispositivos VR já presentes no mercado estarem abaixo do que seria previsível em termos de vendas.

Enquanto marcas como a Samsung ou Google, que possuem grandes recursos financeiros, até podem aguentar as suas estruturas mesmo com uma que cda abrupta neste mercado, já a HTC não pode dizer o mesmo. Ou seja, a aposta forte que algumas empresas fizeram já no setor da Realidade Virtual pode vir a revelar-se errada, se de facto a procura deste tipo de tecnologia cair abruptamente.

Talvez queiras ver:

LG G6: resistência à água e carregamento sem fios são possibilidades

Moto Z receberá mais Moto Mods no próximo ano!

Novos MacBook Pro apresentam problemas de autonomia