Oficial: pandemia obriga EA a cancelar reformulação de Anthem

Abílio Rodrigues
Comentar

No início deste mês os executivos da Electronic Arts revelaram estar a estudar se iriam dar continuidade ao processo de reformulação do RPG de ação Anthem. O veredito final parece agora ter chegado, com a empresa a decidir que o projeto está oficialmente cancelado apontando o teletrabalho como maior responsável.

A BioWare, produtora do jogo, havia anunciado no ano passado a sua intenção de reinventar Anthem depois do fracasso do lançamento com uma versão NEXT, desenhada para dar nova vida à experiência.

Anthem foi muito criticado aquando do lançamento

An update on Anthem from Christian Dailey: https://t.co/twmWXAXj3B

— BioWare (@bioware) 24 de fevereiro de 2021

Na altura da chegada do jogo a comunidade queixou-se da falta de conteúdo e mecânicas repetitivas, erros que se refletiram nos fracos números de vendas.

Desde então notou-se um esforço para melhorar a qualidade deste título, mas o cenário pandémico terá impedido o desenvolvimento adequado desta nova versão do jogo.

A BioWare e a EA apontam a pandemia e o facto dos produtores terem de trabalhar a partir de casa como um dos maiores fatores por detrás desta decisão. Ao que parece tornou-se impossível desenvolver as ferramentas necessárias para proceder à remodelação sem acesso aos escritórios do estúdio.

Não será também de excluir a incerteza em relação ao investimento que teria de ser feito, sem qualquer garantia de retorno. Poucos são os jogadores que ainda se aventuram em Anthem e talvez as companhias tenham concluído que o dinheiro devia ser canalizado para outros projetos.

Anthem prometeu muito mas acabou por desiludir muito mais

Fica no entanto a promessa de manter Anthem ativo através de um serviço que irá manter-se como está hoje. Os jogadores podem continuar as suas batalhas mas não receberão novos conteúdos.

A premissa do jogo prometia bastante, mas o problema terá sido mesmo a execução. O que realmente chegou às mãos dos fãs deixou realmente muito a desejar, mesmo que tenha conquistado pelos gráficos e liberdade expressa no combate.

Talvez em última análise não tenha sido má ideia abandonar o projeto. Um jogo que nunca cumpriu o prometido pode agora abrir portas a um novo sucesso.

Editores 4gnews recomendam:

Abílio Rodrigues
Abílio Rodrigues
Apaixonado por tecnologia desde que montou o seu primeiro computador, continua em fase lua-de-mel com tudo o que envolva um processador e permita umas sessões videolúdicas.