Huawei AppGallery: programadores terão direito a 100% das receitas

António Guimarães
Comentar

Não é segredo que a Huawei está a trabalhar em formas de tornar a AppGallery uma concorrente legítima à Google Play Store e Apple App Store. Uma das medidas para tal é oferecer uma "fatia" de receitas acima da média aos programadores que coloquem apps na AppGallery.

Conforme publicado hoje no Huawei Developers, durante os primeiros 24 meses da presença de uma app na AppGallery, os programadores podem ter direito até 100% das receitas. Após esse período a Huawei aplicará uma taxa mais convencional.

dfggfdd

Como funciona a política de receitas da AppGallery

A Huawei dividiu as apps em 3 categorias: Educação, Gaming e tudo o resto, que inclui apps de entretenimento, ferramentas, comunicação, fotografia e outras. Eis as percentagens aplicadas na AppGallery, detalhando o que fica para programadores e o que fica para a Huawei.

Apps de educação

  • Primeiro ano: 100% / 0%
  • Segundo ano: 90% / 10%
  • Tempo restante: 80% / 20%

Jogos

  • Primeiro dois anos: 85% / 15%
  • Tempo restante: 70% / 30 %

Outras categorias

  • Primeiro ano: 100% / 0%
  • Segundo ano: 85% / 15%
  • Tempo restante: 70% / 30%

Desta forma, desenvolver aplicações para a AppGallery torna-se bastante rentável e aliciante para programadores. Embora não anunciado, a Huawei para já não cobra taxas iniciais como o pagamento único de 25€ da Google Play Store ou os pagamentos anuais de 99€ da Apple App Store.

Google e Apple oferecem 70% das receitas a programadores

Apesar de não terem sidos os primeiros, a Google e Apple são responsáveis pelo padrão da indústria onde programadores recebem 70% dos ganhos com apps e as empresas recolhem o resto.

Editores 4gnews recomendam:

António Guimarães
António Guimarães
Juntamente com os seus atuais companheiros Mi A2 e Surface Go, batalha para elucidar as massas sobre todos os acontecimentos da esfera tecnológica. "Informação é poder" é a frase que o acompanha diariamente. Talvez um dia a coloque numa t-shirt.