5 caraterísticas a procurar num novo smartphone em 2021

Rui Bacelar

O mercado de dispositivos móveis evolui rapidamente e caso estejas à procura de um novo smartphone em 2021, estes são os componentes, fatores e caraterísticas a procurar. Para quem procura o melhor num telefone, estas são as nossas recomendações.

São as caraterísticas que garantirão a melhor experiência possível ao comprar um novo flagship ou topo de gama. Segue as nossas recomendações com base nos vários anos de experiência, contacto e estudo do mercado mobile.

1. Processador Snapdragon 888 da Qualcomm

Desempenho. A quem procura o melhor desempenho em 2021, o processador Snapdragon 888 é o SoC a ter em conta uma vez que usa a litografia, ou processo de construção a 5 nm. Isto traz grandes melhorias de performance e poupança energética.

Mais concretamente, a Qualcomm aponta uma melhoria de 25% no desempenho do Snapdragon 888 face ao Snapdragon 865, o modelo de topo em 2020. As melhorias são ainda mais significativas na GPU com um incremento de 35%, ótimo para jogos.

A Qualcomm iguala assim a alternativa da Apple com o A14 Bionic, da Huawei com o Kirin 9000, além da Samsung com o seu Exynos 2100. Dito isto, os processadores citados previamente são por si alternativas válidas ao Snapdragon 888.

A propósito, vê os telefones com os melhores processadores, com produtos de diferentes fabricantes.

2. Câmaras fotográficas poderosas no smartphone

Smartphone camera
A maioria dos smartphones de gama alta tem pelo menos três câmaras principais.

O smartphone transformou-se na melhor câmara fotográfica facilmente transportável à disposição dos consumidores. Em 2021 esta premissa é igualmente verdadeira e continua a ser um dos maiores vetores de inovação e melhorias inter-geracionais.

Quer isto dizer que as câmaras dos smartphones nunca foram tão boas como agora. Mais ainda, é aqui que as fabricantes mais recursos investem, sendo também este o atributo que diferencia os smarthpones topos de gama dos demais telefones.

Isto aplica-se tanto aos smartphones Android como iOS, com os iPhone 12 Pro e Pro Max a diferenciarem-se sobretudo nas capacidades fotográficas e na captação de vídeo. O mesmo se aplica aos novos Samsung Galaxy S21, com os S21 Ultra a terem a melhor câmara, com destaque para o zoom ótico e capacidade de ampliação máxima até 30 vezes - o Space Zoom.

É, com efeito, a câmara fotográfica que torna um smartphone caro, que o define como flagship ou verdadeiro topo de gama. É aqui que as fabricantes se digladiam para conquistar a preferência dos consumidores, seja com mais câmaras, ou maior resolução.

Assim sendo, aconselhamos o leitor a procurar um smartphone com pelo menos três câmaras fotográficas principais. Isto para que possa usufruir da objetiva (1) ultra-grande angular - ótima para panoramas, fotos de natureza e grupos; (2) uma objetiva telefoto, para que possa aproximar-se do ponto de interesse, do objeto a focar graças às capacidades de ampliação da câmara; e pelo menos uma (3) terceira câmara - normalmente grande angular - que se destaque na fotografia noturna, o Modo Noite.

Cumprindo estas três premissas - ultra-grande angular, telefoto e bom desempenho quando a luz escasseia, terão um smartphone capaz de dar resposta a virtualmente qualquer cenários que se apresente no quotidiano.

A propósito, vê os melhores telefones para fotografia, de acordo com o ranking da DxOMark.

3. Carregamento sem-fios e carga rápida da bateria

Carregador sem-fios Anker
Carregador sem-fios vertical da Anker, desde 20,99 € na Amazon.ES

Todo e qualquer smartphone terá que ser recarregado a cada um ou dois dias de utilização razoável. Entre os fatores que contribuem para uma melhor ou pior autonomia de bateria estão a (1) capacidade da mesma, valor expresso em mAh-; (2) o padrão de utilização do smartphone; (3) tipo e arquitetura de processador, bem como o (4) software do telefone, o sistema operativo e a interface.

São quatro fatores que influenciam a frequência com que teremos de carregar os dispositivos. É, portanto, uma realidade a que não podemos fugir, mas existem duas tecnologias que simplificam imenso este procedimento inevitável - o carregamento sem-fios, as tecnologias e padrões de carga rápida da bateria.

Ao escolher um novo smartphone em 2021 recomendamos, portanto, que dês preferência a telefones que já suportem o carregamento sem-fios. É uma forma extremamente cómoda para carregar o telefone, libertando-te de cabos.

Ao mesmo tempo, deves prestar atenção e procurar o smartphone com o padrão de carga mais rápido. Vais encontrar o chavão "carregamento rápido da bateria" a partir de 15 W, mas existem soluções exponencialmente mais rápidas como o padrão usada pela OPPO a 65 W, apelidado de Super VOOC.

Carregamento sem-fios reverso

A nomenclatura do padrão de carga rápida variará de fabricante para fabricante, mas presta atenção aos valores declarados - normalmente indicados em Watts (W).

Por fim, podes ainda tirar proveito do carregamento sem-fios reverso. Esta tecnologia permite-te, por exemplo, carregar os auriculares Bluetooth com a bateria do smartphone, fornecendo energia aos gadgets que suportem carregamento sem-fios.

O carregamento reverso sem-fios não é uma prioridade, mas em certas situações pode revelar-se útil. É, portanto, uma mais-valia a ter em consideração ao comprar um novo telefone topo de gama.

A propósito, vê os melhores carregadores USB, com opções para todas as necessidades.

4. Vidro Gorilla Glass Victus e certificação IP68

À medida que o preço dos novos telefones aumenta é apenas natural que queiramos preservar o nosso investimento. A durabilidade do smartphone é, assim, um importante vetor a ter em conta antes de investir num dispositivo móvel.

Sobretudo para o ecrã, o componente mais sensível, com o qual mais interagimos e que pode estilhaçar com uma má queda, ou riscar se for atirado para o bolso sem proteção. Ora, é aqui que a importância de um bom vidro de proteção se revela.

Entre as diversas marcas nenhuma inspira mais confiança que a Corning com o seu vidro Gorilla Glass. Importa ter atenção, contudo, à geração deste vidro uma vez que existem diversas em circulação. A melhor - mais robusta - foi apelidada de Gorilla Glass Victus.

Importa frisar que um vidro resistente não é um vidro inquebrável ou imbatível. Todo e qualquer vidro riscará e quebrará, mas nos melhores o seu grau de resistência é consideravelmente grande. Para proteger o teu investimento procura um telefone protegido pelo vidro Gorilla Glass Victus da Corning, mas fica ciente que também ele tem os seus limites.

A resistência aos elementos é outros dos aspetos a ter em conta no sentido de maximizar a sua vida útil. Para tal, certificações como a IPxx indica-nos a resistência ao pó e à água de um dispositivo móvel, apesar de não ser um indicador infalível.

É, de qualquer modo, aconselhável dar preferência a um telefone que tenha resistência IP67 ou IP68 a outro similar que não apresente tal certificação. Por outro lado, alertamos que nunca deves mergulhar o smartphone em água salgada, não o levar para a água do mar e que mesmo em água doce, a impermeabilização do dispositivo torna-se menos eficaz com a idade do mesmo.

A integridade das borrachas, adesivos e outros compostos usados na impermeabilização de um smartphone degrada-se com o uso, com o calor gerado pelos mesmos, com possíveis quedas e com o natural desgaste do dispositivo móvel.

5. Atualizações de software e de segurança

Atualização Android

A vida útil de um novo smartphone pode ser tanto melhor quanto as atualizações de software que este receba. Portanto, ao escolher um novo telefone, dá prioridade a fabricantes com bom histórico de atualizações de software para que este se mantenha útil.

As atualizações trazem reforços de segurança, indissociáveis da privacidade do utilizador e integridade dos seus dados, além de acrescentarem novas funcionalidades, ou aprimorarem o funcionamento do equipamento adquirido.

Por norma, as fabricantes Android disponibilizam dois anos de atualizações de software e três anos de atualizações de segurança. É o novo padrão em 2021, aplicando-se aos dispositivos móveis de gama alta. Infelizmente, os demais smartphones de gama média ou gama de entrada são frequentemente preteridos pelas empresas bem antes de completarem dois anos no mercado.

Por outro lado, a Apple é a fabricante com melhor histórico de atualizações para os seus iDevices. Por norma, a gigante de Cupertino fornece até cinco anos de atualizações do software - o sistema operativo iOS - para os seus iPhone.

Importa frisar que as fabricantes Android têm melhorado neste quesito, mas continuam atrás da Apple.

Extra. Suporte para a conexão 5G

Apple iPhone 12 5G

Em 2021 o suporte para a quinta geração de redes móveis mais não é que um chavão de marketing - para a realidade nacional. No entanto, ao comprar um novo smartphone de gama alta queremos estar preparados para o futuro, daí a remissão para o 5G.

A quinta geração de redes móveis traz consigo novos padrões de velocidade em download e upload de dados, bem como baixas latências. Isto desbloqueará um novo conjunto de oportunidades para os utilizadores e para os respetivos dispositivos móveis.

Apesar de ainda estarmos longe de poder usufruir deste novo padrão em Portugal, o seu suporte é já comum na maioria dos smartphones topo de gama.

Antes de ires, vê como escolher o melhor telefone em poucos passos, para que faças a escolha certa. Aliás, vê ainda como escolher um smartwwatch, para que o produto dê resposta às necessidades específicas de cada utilizador.

Rui Bacelar
Rui Bacelar
Na escrita e comunicação repousa o gosto, nas leis a formação. É na tecnologia que encontrou o seu expoente máximo e na 4gnews a plataforma ideal para a redação e produção de vídeo.