Apple iPhone Xr Android reuters 2018
O novo “R” está longe de ser económico, pelo menos fora dos Estados Unidos da América. ©reuters

A semana começou com o Evento Especial da tecnológica de Cupertino onde ficamos a conhecer três novos iPhone e uma nova geração de Apple Watch. Em suma, o novo alinhamento da marca para 2018. Sendo este composto pelo Apple iPhone Xs, iPhone Xs Max bem como o Apple iPhone XR. Todavia, deverá o “mundo” Android ficar preocupado?

Inegavelmente o mais barato dos três novos smartphones, o Apple iPhone XR está longe de ser uma pechincha, pelo menos em Portugal. Nesse sentido os preços para o mercado luso começam nos 879€ e vão até aos 1049€ para a versão de topo de 256GB.

Vê ainda: Sondagem: Tencionas comprar alguns dos novos Apple iPhone XS ou XR?

Por outras palavras e para todos os efeitos o pior dos novos iPhones custa tanto como um Samsung Galaxy S9. Todavia, a Apple nunca quis que este iPhone XR fosse um smartphone de gama média. Desenganem-se, o dispositivo é um topo de gama e o seu processador comprova-o.

No interior do Apple iPhone XR temos um novo processador, o A12 Bionic. Este novo SoC que, segundo a própria Apple oferece um desempenho 30% superior ao A11 presente no iPhone X. Ademais, durante a sua apresentação a marca esforçou-se por colocar este Apple iPhone XR bem perto dos seus “irmãos”.

O Apple iPhone XR é, também ele, um topo de gama!

Pretendo com isto dizer que continuarás a ter uma experiência premium com o Apple iPhone XR. Destacando aqui aspectos cruciais como a performance, qualidade de construção e até mesmo a câmara fotográfica ou o Face ID para desbloqueio e autenticação. Ora, em primeiro lugar podemos então considerar este Apple iPhone Xr como um topo de gama ligeiramente mais acessível. Note-se que a palavra acessível é usada sem olhar para o valor atual do salário mínio em Portugal…

Apple iPhone Xr iOS CNET
A marca nunca o concebeu como uma alternativa de gama média. ©cnet

Em segundo lugar temos então que o colocar frente a frente com os demais topos de gama Android presentes no mercado. Como tal, pelo valor solicitado pela sua versão base encontramos o supra citado Galaxy S9 bem como uma miríade de outros terminais.

Escolho como ponto de comparação o Samsung Galaxy S9 uma vez que a Samsung é a atual líder de mercado Android bem como líder de mercado de dispositivos móveis. Posto isto a sua escolha torna-se óbvia.

Como se compara à concorrência Android?

No interior do Apple iPhone XRtemos o novo e poderoso processador A12, uma plataforma móvel com 6 núcleos de processamento. Em segundo lugar temos também um total de 3GB de memória RAM bem como 3 esquemas de armazenamento interno.

Apple iPhone XR iOS Android
O seu preço rivaliza o do seu maior rival Android, o Galaxy S9.

Já no interior do rival Android temos o Exynos 9810 ou o Snapdragon 845 da Qualcomm, dois potentes “corações”. Todavia, a Apple supera facilmente estas plataformas móveis ao conceber tanto o hardware como o software presente nos seus produtos. Algo bem notório nos benchmarks e nas suas pontuações sintéticas.

Todavia, quando o Snapdragon 845 chegou também dizimou a concorrência…

Seja como for, é inegável que o Apple iPhone XR terá uma performance exímia graças ao seu processador e ao seu software. A nível de fluidez estará ao nível ou até mesmo acima de um Galaxy S9 ou qualquer outro rival Android.

Reconhecendo a realidade tal como ela é, se a performance é um trunfo deste Apple iPhone XR, o seu ecrã deixa muito a desejar. Certo é que tem o look da moda com a “notch”, margens reduzidas e tela que preenche praticamente todo o painel frontal. Todavia, grande parte dos rivais Android também já utilizam esta mesma configuração / look.

Apple iPhone Xr iOS CNET
A marca nunca o concebeu como uma alternativa de gama média.

Todavia e sem dúvida surpreendente é a fraca resolução deste Apple iPhone XR para os padrões de 2018. Esqueçam a frase linda e enfeitada com pó de açúcar “Liquid Retina Display”. Não se deixem seduzir pelas doces palavras da maçã, não passa de um ecrã HD.

Em boa verdade temos um painel de 6.1 polegadas, tecnologia IPS LCD com uma resolução de 828 x 1792 pixéis bem como o formato 19.5:9. Analogamente temos uma densidade de pixéis por polegada de 326 pixéis por polegada.

Android vs iOS – o dilema dos sistemas operativos

Ora, olhando para a maior concorrente Android, já desde 2013 que o topo de gama Samsung Galaxy S4 utiliza uma resolução similar. Aliás, até com uma maior densidade de pixéis – 441ppp.

Já se compararmos este Apple iPhone XR ao Samsung Galaxy S9 não chega sequer a ser uma comparação mas sim uma humilhação pública. Note-se que o terminal Android apresenta um ecrã de 5.8 polegadas, tecnologia Super AMOLED. Por conseguinte temos aqui desde logo uma vantagem para o terminal Android, a natureza do seu ecrã.

Apple iPhone XR vence nos benchmarks, concorrência Android no resto…

Em seguida se compararmos a sua resolução encontramos 1440 x 2960 pixéis, portanto o padrão Quad-HD+ bem como o formato 18.5:9. Em suma, temos aqui uma densidade de 570 pixéis por polegada e um dos melhores ecrãs segundo a DisplayMate.

Apple iPhone Xr Android 2018
Esta é uma marca de luxo e até o mais modesto dos seus terminais pode ser considerado “premium”.

Este é apenas um dos aspectos onde a concorrência Android vence claramente o Apple iPhone XR. Todavia podíamos citar a possibilidade de expansão do armazenamento interno bem como a conectividade dual-SIM (em Portugal).

Poderia também citar a presença da porta áudio jack de 3.5mm (P2) em vários concorrentes Android bem como outros trunfos. Ainda assim, continua a existir uma forte componente subjectiva relativamente aos pontos “valiosos” num smartphone.

A fim de por termo a esta comparação com os rivais Android, devo dizer que este ecrã do Apple iPhone XR parece deixar muito a desejar. Sobretudo em plena época das redes sociais, do Instagram e da valorização exacerbada da imagem…

O apelo do iOS continuará a ser tão forte ou até mesmo superior do que o apelo do sistema operativo Android. Mais ainda, o ecossistema da Apple é francamente superior e tem melhorado de ano para ano, veja-se este artigo.

“OK mas um Android, mesmo o S9 não é um iPhone”…

E tudo se resume a isto. Sobretudo em Portugal o Apple iPhone XR não é uma compra feliz. Não quando pelo mesmo valor podes ter características técnicas bem superiores ao escolher um terminal Android. Todavia, os números e as specs não são tudo…

Se já estás dentro do ecossistema da Apple. Se já tens vários outros produtos da marca então sou o primeiro a dizer-te, vai para um novo iPhone. Contudo, se estás simplesmente à procura de um novo smartphone, olha para as ofertas do mundo Android.

Por outro lado sei que é atualmente impossível não associar a Apple a uma marca de luxo e a todo o status que com ela vem. Ora, não me cabendo julgar o mérito deste critério, certo é que para muitos será o ponto de venda.

Em suma, o Apple iPhone XR deveria ser totalmente trucidado pela concorrência Android. Aqui sobretudo a nível de vendas mas sei no meu âmago que tal não irá suceder. Aliás, o cenário inverso é muito mais provável.

Afinal de contas este novo iPhone é super colorido. Tem cores fortes. Tem o ecrã da moda e claro, é o mais barato dos novos smartphones iOS. Note-se que não pretendo com esta peça retirar mérito ao produto em si.

O mesmo já não posso dizer do consumismo impulsivo, fruto também mas não só do brilhante marketing da Apple.

Editores 4gnews recomendam:

Apple: O Dual-SIM dos novos iPhones funcionarão nestes 10 países

A chegada do novo Apple Watch Series 4 arrasou a Fitbit

Apple: É oficial. Chegaram os novos iPhone para 2018!

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).