Apple iPhone X
Este é o novo iPhone topo de gama.

O Apple iPhone X é um belo smartphone disso ninguém tem dúvidas. A ideologia de ecrã sem bordas ou bezels aliada a uma construção que utiliza o vidro e o metal como principal material de construção é sem dúvida impressionante, sobretudo para uma construtora tão conservadora como a Apple no que diz respeito às alterações de design. Contudo, o iPhone X não é perfeito e existem pelo menos 3 factores que, a meu ver, ficaram em falta neste dispositivo.

Vê ainda: OnePlus 5T não será lançado em setembro pela OnePlus, certo?

Este iPhone X obrigará o utilizador a re-aprender e repensar o modo de interação com o dispositivo através da tecnologia Face ID mas, começando nos $999 dólares ou €1170 euros, o novo topo de gama da Apple torna o Galaxy Note8 barato por comparação e pelo seu preço terá mesmo que nos surpreender, terá que ser o melhor do mercado ou corre o risco de se tornar alvo de chacota.

   

3 pontos em falta no Apple iPhone X

No geral é o iPhone mais avançado de sempre (algo que ouvimos todos os anos) mas existem algumas coisas que podiam ter sido melhoradas, reforçadas ou que estão simplesmente em falta neste novo smartphone.

1- Falta um botão central “Home”

É um traço característico de qualquer iPhone e a sua ausência continuará a causar estranheza nos utilizadores meses após o seu lançamento no mercado. De acordo com os rumores a Apple iria incluir um botão “Home” virtual na parte inferior do ecrã / tela.

Chegou até a ser sugerido pelos inúmeros rumores que a Apple conseguiria incorporar este botão por baixo do vidro mas, devido a problemas na construção tiveram que abandonar a ideia.

Apple iPhone X
O novo iPhone X não tem um botão Home

O resultado? Terás que fazer um swipe, um deslize de baixo para cima para voltar ao ecrã inicial e o Centro de Controlo será agora acessível através do botão físico localizado na lateral direita do Apple iPhone X. São pequenas mudanças mas obrigarão os consumidores a aprender novas formas de utilizar o dispositivo.

Não tenho dúvidas de que a Apple tenha tornado este swipe-to-home agradável à boa maneira de Cupertino mas não deixa de ir contra  forma de utilização de todos os outros dispositivos lançados pela marca este ano.

2- Faltou a compatibilidade com a Apple Pencil

O novo iPhone X conta com um grande ecrã Super AMOLED de 5.8 polegadas e resolução 1125 x 2436 pixéis com uma densidade de pixéis por polegadas de aproximadamente 458ppp. É muita área de display que poderia ser melhor aproveitada se, por exemplo, os utilizadores pudessem utilizar a Apple Pencil para escrever, desenhar ou simplesmente tirar notas.

Seria além disso uma ótima maneira de fazer frente ou mesmo suplantar o novo Galaxy Note8 em dar mais liberdade aos utilizadores, sobretudo ao público criativo e aos artistas. Assim ficarão confinados aos iPad’s Pro ou à alternativa da Samsung com a sua S-Pen.

3- Faltou um Touch ID, mas onde o colocar no iPhone X?

Para além do botão central “Home” faltou um leitor de impressões digitais ou Touch ID neste novo Apple iPhone X. Esta foi uma das tecnologias em que a marca foi pioneira e que acabou por generalizar nos seus dispositivos.

Agora, para celebrar os 10 anos do lançamento do primeiro iPhone a gigante de Cupertino lançou um smartphone super premium sem este Touch ID. Em vez disso ficará completamente dependente da nova Face ID e isto até soa bastante interessante mas é uma tecnologia que ainda não deu provas de confiança no mercado.

Apple iPhone 8 Plus Apple iPhone X
Apple iPhone X não tem TouchID mas conta com a nova tecnologia Face ID

Aliás, como avança  a publicação dinheirovivo bastou uma falha neste tecnologia durante a apresentação do produto para os mercados se ressentirem. Contudo, segundo um representante da Apple durante a apresentação estava a ser utilizado um protótipo, uma unidade não estável nem pronta para o mercado.

Vê ainda: iPhone X, o futurista em FutureBehind

Podíamos até referir a falta de mais esquemas de cor. Sim, neste Apple iPhone X termos apenas a versão em Preto e a versão em Branco, nada re Rosa Dourado ou qualquer tipo de dourado. Esta redução no esquema de cores terá sido propositada para homenagear as cores disponíveis para o primeiro iPhone, apresentado pela mão de Steve Jobs.

O Apple iPhone X é quase perfeito…

Voltando ao ponto central, não poderia a Apple ter incorporado o TouchID debaixo do ecrã?

É certo que esta tecnologia também é muito jovem e ainda carece de mais desenvolvimento mas até que ponto os utilizadores não vão sentir a sua falta?

Para mais informações sobre a esta marca e tudo o que é tecnologia falada em português segue a 4gnews. Acompanha-nos no Facebook, Instagram e claro, no YouTube onde terás também as nossas LiveCasts semanais.

O Apple iPhone X é um dispositivo quase perfeito, quase…mas tendo em conta o seu preço os consumidores esperam um produto que não apresente compromissos e que os deslumbre com uma visão do futuro. Conseguirá estar este novo iPhone X à altura da expectativa criada durante a sua apresentação? Conseguirá ele ser o exemplo para a próxima década?

Na tua opinião o que é que ficou em falta neste Apple iPhone X? Quais seriam os factores que o tornariam no melhor smartphone do mercado e não, o preço não conta! Deixa-nos a tua opinião abaixo, nos comentários.

Outros assuntos relevantes:

Nokia 9 chegará com o novo Android Oreo mas há um senão…

Xiaomi Mi Mix 2 já ultrapassou as 700 mil reservas e não se ficará por aqui…

Huawei Mate 10 poderá chegar em três variantes diferentes

Quando não está a escrever um artigo ou a gravar algum vídeo, o Bacelar tem por hábito saborear um bom livro, descobrir novas bandas sonoras ou simplesmente desfrutar do sol, na companhia de quem mais gosta (MM).