Lumia-650-block3-jpg

A Microsoft anunciou (e mostrou) hoje que o Windows 10 pode ser utilizado em dispositivos cujo processador se trate de um simples Qualcomm Snapdragon 820. Deste modo, o que pretendo retirar deste artigo é a opinião sincera e, se possível, justificada, dos leitores do mesmo, face a uma simples questão.

Antes de fazer a pergunta, iremos usar um primeiro pressuposto. Imaginemos que, daqui para a frente, criar-se-iam dois mercados de Windows 10 para smartphones. Um deles nos quais os dispositivos teriam o Windows 10 Mobile que conhecemos, e outros onde o software utilizado seria equivalente ao do PC.

   

the-microsoft-lumia-950-xl

Utilizando um segundo pressuposto, no qual ambos seriam otimizados para ecrãs mais pequenos, a maior das diferenças seria, à partida, o seu custo. Isto é, de acordo com estas duas cláusulas, dois smartphones iguais poderiam usar Windows, só que um sob a versão Mobile e o outro por inteiro. A diferença entre os dois seria o seu preço de aquisição, bem como todo o conjunto de tarefas que podemos executar na versão para computador e que não temos acesso no W10 Mobile.

Assim, a pergunta que faço aos leitores é a seguinte: Qual deles prefeririam? Algo, teoricamente, mais capaz e com o respetivo reflexo no seu preço ou, por outro lado, o mais modesto mas também amado software Windows 10 Mobile? Não quero com isto dizer que alguma das opções é má. Claro que não. Isso depende apenas da preferência pessoal de cada um. Porém, e embora este cenário não deva virar realidade e seja meramente hipotético, o melhor exemplo seria este: tendo um Lumia 950, preferia tê-lo com Windows 10 ou Mobile? Dá que pensar...São ambos excecionais.

Talvez queiras ver:

Atualização para os Insiders do Windows 10 traz melhorias à Cortana

Microsoft Build 2017 revelará Redstone 3 para Windows 10

Qualcomm Snapdragon 835 já é o mais poderoso em teste de AnTuTu

Desde cedo comecei a interessar-me pelo que podia fazer no computador. Porém, a grande paixão surgiu com o primeiro telemóvel e complementou-se com os smartphones. Nada há a dizer, são simplesmente fantásticos e úteis em todo o tipo de situações.