Quanto tempo é necessário no primeiro carregamento de telemóvel?

Pedro Ferreira

A evolução das baterias permitiu que todos os cuidados iniciais fossem dispensáveis. Já ouvimos dizer que os equipamentos precisam de ficar 24h a 48h, mas isso não passa tudo de um mito. Nós vamos-te mostrar porque razão não passa de isso mesmo.

Quem compra um telemóvel novo pode utilizá-lo o quanto antes. Agora podemos e devemos ter cuidados, para uma longevidade maior, mas o principal é saber que podemos usar um novo equipamento e o primeiro carregamento não será um problema.

As baterias atuais são flexíveis e inteligentes

bateria

A ideia de que devemos carregar um novo equipamento durante longos períodos de tempo e que não se deve utilizar sem carregar totalmente, era associada às baterias de tipo NiCd (bateria de níquel cádmio). Estas baterias eram habitualmente utilizadas em equipamentos eletrónicos e pilhas.

Devemos ter cuidado e o carregamento deve ser feito assim que o equipamento o pedir. Quando recebemos o alerta do modo poupança, esse é o momento certo para colocarmos o equipamento a carregar.

Agora os equipamentos são pré-carregados de fábrica, trazem uma certa percentagem de carga para que não seja perdida a calibração realizada no processo de testes do equipamento.

Hoje em dia as baterias Li (Lithium), previnem más utilizações, uma maior longevidade na utilização, ciclos de carregamento e não são tão nocivas e perigosas como antes.

A "memória da bateria", se assim o podemos chamar, é responsável por perceber a tua utilização diária, em que espaço temporal utilizas mais o teu equipamento e previne que não fiques sem bateria quando mais precisas.

Tudo isto é melhorado com o sistema do equipamento. Por exemplo o Android P já é capaz de perceber quais as aplicações que mais usas e quando as usas. Assim sempre que o equipamento estiver sem ser utilizado, o sistema é responsável por encerrar ou suspender processos menos usados. Isto aumenta a longevidade da tua carga.

Cuidados a ter com a tua bateria

  • As novas baterias não deverão de ser totalmente descarregadas, devemos manter, ao final do dia, uma percentagem de 30 a 40%. Estes valores são os recomendas pelos fabricantes das mesmas. Isto porque ao carregarmos repetitivamente um equipamento a partir dos 0% estamos a arruinar a bateria e o seu ciclo de vida;
  • Evita carregar o telemóvel durante toda a noite, o recomendado é carregarmos o equipamento entre 90% a 95%;
  • Cuidado que com voltagem utilizada nas percentagens mais baixas. Isto é capaz de alterar o comportamento da bateria, a longo prazo;
  • O calor ou frio afetam a bateria, principalmente as altas temperaturas tendem a danificar a bateria e o desempenho do teu equipamento;
  • Evita jogar ou assistir a vídeos no telemóvel enquanto o manténs à carga, o calor é dos maiores inimigos da bateria.

Por exemplo, um carregador de um iPhone não consegue produzir energia suficiente para carregar o iPad no mesmo espaço de tempo que o carregador original. E pior, ao utilizar o carregador indevido estamos a prejudicar a bateria do equipamento.

Claro que as baterias não duram eternamente, até porque as baterias têm ciclos de vida. Não conseguimos precisar, nem as marcas conseguem apurar a 100%, qual o ciclo expectável para o teu equipamento.

Por isso já sabes, é preferível realizarmos uma carga a meio do dia, mesmo que tenhamos 40~50%, do que esperarmos até que o equipamento chegue aos 0%. Uma boa utilização e gestão são essenciais para que a aumentar a longevidade da tua bateria. Se seguires as nossas dicas é garantido que a tua bateria terá um excelente comportamento.

Pedro Ferreira
Pedro Ferreira
O amor pela tecnologia e gaming surgiu quando recebeu o primeiro computador em 2001. Concluiu o curso Tecnológico de Informática e ingressou na Worten com a especialidade de Áudio e Imagem, HI-FI. Gosto que se desenvolveu em conjunto com a tecnologia e que perdura até aos dias de hoje!