Os melhores processadores para PC para diferentes utilizadores em 2019

Pedro Ferreira

O processador é o "cérebro" do teu computador, por isso deve ser rápido, eficiente e combinar perfeitamente com os restantes componentes.

Cada utilizador tem as suas necessidades, por isso a escolha do processador tem de ser criteriosa, para impedir que haja lugar a gastos desnecessários ou que a compra não satisfaça os nossos mínimos.

Quem utiliza o computador para navegar na Internet e trabalhar num editor de texto pode ficar satisfeito com um processador de entrada de gama, mais barato.

Utilizadores exigentes, vão precisar de CPUs mais rápidos e eficientes, evitando bloqueios e incompatibilidades com os jogos e programas que usam todos os dias.

Utilizador ligeiro (cerca de 120 euros)

Intel Core i3-8100

melhores processadores para PC

  • Socket: LGA 1151
  • Velocidade (frequência): 3.60 GHz
  • Cache: 6 MB
  • Núcleos: 4
  • Threads: 4
  • GPU integrada: Intel UHD Graphics 630
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 119.89€

Existem processadores mais baratos, é verdade, mas pelo preço será difícil encontrar uma opção mais adequada. Pertence à 8ª geração de processadores da Intel e promete ganhos de desempenho de até 32% face às opções anteriores da Intel neste mesmo segmento. Com GPU integrada.

AMD Ryzen 3 2200G

melhores processadores para PC

  • Socket: AM4
  • Velocidade (frequência): 3.50 GHz
  • Cache: 6 MB
  • Núcleos: 4
  • Threads: 4
  • GPU integrada: Radeon Vega 8
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 89.90€

Também com chip gráfico Radeon Vega integrado, esta solução mais low cost entre os Ryzen está abaixo dos 100 euros e destina-se a computadores "habituados" a cumprir apenas tarefas mais simples, apesar de a AMD garantir que também pode já correr alguns jogos. Tudo dependa da configuração em redor. Com quatro núcleos.

Utilizador intermédio (100 a 250 euros)

Intel Core i5-8400

melhores processadores para PC

  • Socket: LGA 1151
  • Velocidade (frequência): 2.80 GHz
  • Cache: 9 MB
  • Núcleos: 6
  • Threads: 6
  • GPU integrada: Intel UHD Graphics 630
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 197.80€

Diz a Intel que este processador é overclockable até aos 4.0 GHz e que a GPU integrada consegue lidar com jogos, aplicações de realidade virtual e vídeo em 4K. Para a socket LGA 1151 da Intel, tal como acontece com a sugestão da mesma marca mais acima.

AMD Ryzen 5 2400G

melhores processadores para PC

  • Socket: AM4
  • Velocidade (frequência): 3.60 GHz
  • Cache: 6 MB
  • Núcleos: 4
  • Threads: 8
  • GPU integrada: Radeon Vega 11
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 132.90€

Tanto ao nível de capacidade gráfica da GPU integrada como de velocidade em eventual overclocking, este Ryzer 5 tem uma vantagem face a várias opções Intel no mesmo segmento: o preço bem abaixo de 200 euros. Para a socket AM4 da AMD e com quatro núcleos.

Utilizador avançado (300 a 400 euros)

Intel Core i7-8700K

melhores processadores para PC

  • Socket: LGA 1151
  • Velocidade (frequência): 3.70 GHz
  • Cache: 12 MB
  • Núcleos: 6
  • Threads: 12
  • GPU integrada: Intel UHD Graphics 630
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 399.90€

Aqui já entramos em valores ligeiramente elevados no que toca ao processador, o que faz com que os utilizadores-tipo destas opções tenham já de lidar diariamente com edição de vídeo em 4K e jogos, eventualmente. A frequência "normal" é 3.70 GHz, mas "acelerado" este i7-8700K pode ir até aos 4.70 GHz.

AMD Ryzen 7 2700X

melhores processadores para PC

  • Socket: AM4
  • Velocidade (frequência): 3.70 GHz
  • Cache: 20 MB
  • Núcleos: 8
  • Threads: 16
  • Arquitetura: 12 nm
  • Preço: desde 314€

A partir desta série 7, os Ryzer da AMD incluem já um sistema de inteligência artificial neural capaz de analisar as necessidades de desempenho do PCe a cada momento e ajustar dois parâmetros em função disso: a velocidade de processamento e o consumo de energia (segundo indica a marca). Tendo em conta os preços, esta opção de oito núcleos merece a nossa atenção.

Utilizador exigente (até 600 euros)

Intel Core i9-9900K

melhores processadores para PC

  • Socket: LGA 1151
  • Velocidade (frequência): 3.60 GHz
  • Cache: 16 MB
  • Núcleos: 8
  • Threads: 16
  • GPU integrada: Intel UHD Graphics 630
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 549€

Atenção: Este processador não inclui cooler de origem, tendo este de ser adquirido em separado.

Com o K na designação, estes Intel vêm de origem desbloqueados para realizar overclocking, e ainda para mais sendo possível fazê-lo em cada um dos oito núcleos individualmente. A marca garante que são opções acima da média para lidar com aplicações profissionais 3D e de edição de vídeo em 4K.

AMD Ryzen Threadripper 1920X

  • Socket: AMD TR4
  • Velocidade (frequência): 3.50 GHz
  • Cache: 6 MB (nível 2) e 32 MB (nível 3)
  • Núcleos: 12
  • Threads: 24
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 399.90€

Os processadores Threadripper não incluem cooler de origem, tendo este de ser adquirido em separado, tal como acontece com o modelo da Intel acima. Nesta gama, acaba por ser normal.

Com 12 núcleos físicos, 24 virtuais com a tecnologia Simultaneous Multithreading (SMT) da AMD, e com função de OC automático, também conhecida como Extended Frequency Range (XFR), permite aumentar a frequência em função das necessidades.

Utilizador muito exigente (até 1060 euros)

Intel Core i9-7900X

melhores processadores para PC

  • Socket: LGA 2066
  • Velocidade (frequência): 3.30 GHz
  • Cache: 13,75 MB
  • Núcleos: 10
  • Threads: 20
  • Arquitetura: 14 nm
  • Preço: desde 1057,80€

Estes são processadores muito caros e destinados apenas a quem decide investir numa configuração dispendiosa e muito poderosa, seja para trabalhar com requisitos elevados, seja para jogar com desempenhos máximos, garante a marca. Todas as mais recentes tecnologias da Intel marcam presença nestes processadores, também desbloqueados tendo em vista o overclocking e com dez núcleos físicos.

AMD Ryzen Threadripper 2950X

melhores processadores para PC

  • Socket: TR4
  • Velocidade (frequência): 3.50 GHz
  • Cache: 8 MB (nível 2) e 32 MB (nível 3)
  • Núcleos: 16
  • Threads: 32
  • Arquitetura: 12 nm
  • Preço: desde 915,90€

Desempenho e eficiência energética é o que a AMD mais promete com este processador topo de gama. É dirigido a profissionais que precisem de performances muito elevadas. Todas as tecnologias das CPUs da marca acabam por culminar nestes processadores inteligentes, com destaque para a função AMD SenseMI, capaz de aprender e adaptar-se para personalizar o desempenho em função do que o PC está a desempenhar.

Diz a AMD que este foi o primeiro processador para desktop com 16 núcleos do mundo.

Nota: fizemos uma divisão por quatro patamares de preço, com uma sugestão de cada uma das fabricantes em cada um desses intervalos. Mas é certo que existem muitos outros processadores entre estas sugestões que podem satisfazer as tuas necessidades.

Dicas e conselhos para escolher processadores para PC

  • Optar por uma unidade Intel ou AMD é quase uma questão de gosto pessoal e experiência anterior. Mas vão existindo diferenças em alguns processadores que ambas as fabricantes lançam em cada patamar da gama, pelo que é sempre bom consultar artigos que comprarem modelos concorrentes com o mesmo preço. Aprende mais sobre a diferença entre os processadores AMD e Intel.
  • Escolher um processador mais eficiente do ponto de vista do consumo energético pode trazer poupanças na conta da luz, caso a utilização do PC seja intensa. Não deixes de fora este critério no processo de escolha.
  • Não procures um processador mais poderoso do que precisas realmente, pois vais acabar por gastar mais do que pretendes. Contudo, optar por modelos descontinuados ou mais antigos impede que o computador se mantenha atualizado durante algum tempo.
  • Não esqueças que os restantes componentes do computador devem acompanhar o nível de desempenho do processador. De que vale ter uma CPU muito rápida e recente se a memória RAM e a placa gráfica, por exemplo, estiverem abaixo da média?
  • Se estás à procura de um processador para substituir o que tens de momento no teu PC desktop, dá especial atenção à compatibilidade com a tua motherboard. Compra um processador compatível com a mesma socket que está na motherboard. Este é um conselho igualmente útil para quem está a montar um PC "peça a peça".
  • Se és tu que vais instalar o processador na motherboard, lembra-te de dois pontos em especial: o encaixe do processador na socket acontece numa posição apenas e de forma "natural", não forces nunca o encaixe; vais precisar de massa térmica para colocar entre o processador e a base do cooler. Pede ajuda a um técnico qualificado ou a alguém com experiência, caso não te sintas confortável com o processo.
  • Para otimizar o arrefecimento do processador, recomenda-se a aquisição de um cooler mais eficaz do que bem de origem com a CPU. Também aqui a socket deve ser a mesma.
Pedro Ferreira
Pedro Ferreira
O amor pela tecnologia e gaming surgiu quando recebeu o primeiro computador em 2001. Concluiu o curso Tecnológico de Informática e ingressou na Worten com a especialidade de Áudio e Imagem, HI-FI. Gosto que se desenvolveu em conjunto com a tecnologia e que perdura até aos dias de hoje!