Google já permite o uso de um smartphone Android para verificação de logins

Carlos Oliveira

A Google anunciou hoje mais uma medida de segurança para os seus utilizadores. A partir de agora, qualquer smartphone Android poderá servir como chave de segurança física para autenticação das tuas contas.

Para tal, apenas necessitas de ter um smartphone a correr o Android 7 Nougat ou superior. Esta nova funcionalidade encontra-se, para já, apenas disponível para o Gmail, G Suite e Google Cloud.

Verificação de segurança

Para que o teu smartphone possa servir para este tipo de autenticação, apenas tens de ligar este ao teu Chrome via Bluetooth. Desse modo, este novo método requer que o teu Android esteja fisicamente perto do teu computador, impedindo que as tuas contas possam ser ludibriadas em qualquer ponto do globo.

Google atribui mais segurança aos seus serviços com esta funcionalidade

Esta é uma medida que potencia a segurança das nossas contas, prevenindo que meliantes possam ter acesso aos nossos dados. Fazendo uso dos protocolos FIDO e WebAuthn, a Google garante uma dupla verificação dos dados na altura da autenticação.

Por conseguinte, este é um método que a empresa de Mountain View recomenda a qualquer um. Ainda assim, a Google recomenda-o, de forma particular, a jornalistas, ativistas, empresários e diretores de campanha política por estarem mais suscetíveis a ataques informáticos.

Google

Como ativar a autenticação por via de um smartphone Android?

O método é simples e não requer que sejas um expert na matéria. O primeiro passo, tal como já referi, é ter um smartphone com o Android Nougat ou superior. Em seguida, deves entrar na tua conta Google e ligar o Bluetooth do teu equipamento.

Depois, em qualquer computador Windows 10, macOS ou ChromeOS deves abrir o browser Google Chrome. Uma vez aberto, deves ir à página "myaccount.google.com/security" e ativar a opção "Validação em dois passos". Posteriormente, deves escolher a opção de "Chave de segurança" e escolher o smartphone que estiveres a usar.

Esta tecnologia encontra-se, de momento, exclusiva dos produtos Google, mas mais se seguirão em breve. A empresa de Moutain View já demonstrou essa vontade, portanto, será uma questão de tempo até que tal se concretize.

Editores 4gnews recomendam:

Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.