CUIDADO com a nova burla nas publicidades do Facebook e da Google

Filipe Alves

O Facebook e a Google estão constantemente debaixo de fogo devido às, muito faladas, "notícias falsas" (Fake News) que tem vindo a publicitar. Ao longo dos últimos anos, tanto a Google como o Facebook têm trabalhado de forma forte para combater este drama. Porém, nem tudo está resolvido.

Aquilo que vamos falar hoje apareceu-me no feed do Facebook e numa publicidade Google. Publicidades diferentes mas com o mesmo objetivo em comum. Enganar o utilizador com um texto mal feito e falso para que invistam em Bitcoin em determinada plataforma.

Burla facebook e Google

As "notícias" em nada tem relacionado com o título. Ou seja, para todos aqueles que deitam a palavra "Click Bait" para o ar de todos os títulos e mais alguns, isto é o verdadeiro Click Bait. Trazer o utilizador para uma página que em nada tem relacionado com o título.

Vamos olhar caso a caso e perceber o que se passa. Acima de tudo, toma cuidado com o que se está a passar e não te deixes levar por notícias falsas.

Primeiramente comecemos com a Google.

Há uns dias deparei-me com uma publicidade da Google em que me dizia "Só Ela Sabe O Que Correu Mal". Com a imagem de uma microfone da CMTV e com a Catarina Furtado. Logo abaixo vemos "É tarde demais para interromper a emissão. Os produtores estão furiosos!" Com uma seta a indicar o link e logo abaixo com a descrição "TudoVerdade".

publicidade google falsa

Curioso para saber que tramóia estava por detrás desta publicidade, lá cliquei e fui ter a uma página com uma notícia que em nada tinha relacionado.

Clickbait burla

A notícia falava de tudo menos a Catarina Furtado. Ou até os produtores que ficaram furiosos. Em vez disso, contava uma história de um tal João que ficou rico com Bitcoin.

Todos os links de notícias ou algo parecido encaminhava apenas para um local. Um website com um nome "the-profit-btc.com". Este website quer simplesmente que invistas dinheiro na sua plataforma. Se a plataforma é verdadeira ou não... nenhuma indicação, depois de pesquisa, me indicava a sua veracidade. Porém, quem fez isto tudo para lá chegares, não me parece que seja confiável.

Agora é a vez do Facebook

Agora é a vez do Facebook. A história era a mesma. Uma imagem totalmente diferente daquilo que o texto te apresentava. Aliás, o texto era exatamente o mesmo.

Brula Facebook

Esta publicidade diz "Exclusivo: Os bancos não querem que saiba". Na descrição da publicidade foi ainda mais longe ao dizer "LEIA ISTO se você tiver mais de € 879. Descubra como se proteger e sair por cima".

Até os comentários na página são de perfis de Facebook falsos. Impressionante!

As imagens são as conhecidas por nós. Pessoas famosas, jornalistas de renome que são utilizados para vender um produto questionável. Deve-se dizer e apontar que nenhuma destas pessoas está envolvida neste esquema. São imagens tiradas da internet ou imagens televisivas.

Cuidado com as publicidades que vês

Ainda que a Google e o Facebook façam tudo e mais alguma coisa para banir as publicidades de notícias falsas parece impossível. Os malfeitores criam websites só para publicitar este tipo de conteúdo. O objetivo é o mesmo. Encaminhar o utilizador a investir o seu suado dinheiro numa plataforma que "teoricamente" o fará rico. Cuidado. Muito cuidado!

Editores 4gnews recomendam:

Filipe Alves
Filipe Alves
Fundador do projeto 4gnews e desde cedo apaixonado pela tecnologia. A trabalhar na área desde 2009 com passagens pela MEO, Fnac e CarphoneWarehouse (UK). Foi aí ganhou a experiência que necessitava para entender as necessidades tecnológicas dos utilizadores.