CEO da Samsung está confiante na manutenção da liderança do mercado

Carlos Oliveira

Apesar de a Samsung ter vindo a cair no número de vendas nos últimos anos, Dj Koh mostra-se otimista face ao futuro. Com efeito, ele acredita que a empresa para a qual trabalha será capaz de manter a liderança nos próximos dez anos.

Estas declarações foram dadas em entrevista ao jornal francês Le Figaro. Aí, Dj Koh fala da sua visão para o futuro da tecnologia móvel. Ademais, não parece assustado com a constante ameaça da chinesa Huawei.

Dj Koh

A razão para todo o otimismo de Koh reside, essencialmente, em dois pilares: o 5G e os smartphones dobráveis. Duas bases com as quais o mercado e as agências de analise parecem discordar, pelo menos por enquanto.

Dj Koh está confiante que a Samsung será líder nos próximos dez anos

O 5G está numa fase muito embrionária, sendo que ainda não temos muitas infraestruturas nem equipamentos capazes de tirarem o melhor proveito desta tecnologia. Os smartphones dobráveis são também um produto de nicho e que, segundo a Gartner, representarão apenas 5% do mercado em 2023.

Assim sendo, as principais expectativas de Dj Koh são ainda vistas com algum receio pela maioria do mercado. Talvez no futuro as coisas possam mudar e certamente será essa a esperança do CEO do departamento mobile da Samsung.

Ainda no que respeita aos smartphones dobráveis, este responsável da Samsung não tem muita coisa para partilhar connosco. Quando confrontado com os receios na qualidade deste tipo de ecrãs, Koh basicamente ignorou a questão. Ademais, ele não foi capaz de nos dar uma perspetiva para o futuro deste tipo de tecnologia.

Galaxy Fold

Não obstante, ele insinua que a aposta nos equipamentos dobráveis é para continuar. Dj Koh fala em designs novos e modelos mais acessíveis. Estes serão, sem dúvida, dois pontos a melhorar, caso as construtoras queiram que os smartphones dobráveis ganhem maior popularidade no mercado.

Samsung está confiante de que é melhor do que a Huawei

Como já referi, o executivo da sul-coreana não se mostra preocupado com o crescimento da Huawei. De facto, ele refere que tudo o que a Huawei faz, a Samsung é capaz de fazer melhor, mais rápido e mais útil para o utilizador.

Este é o tipo de otimismo que os investidores querem ouvir da boca de um dirigente da Samsung. No entanto, será que estas palavras se concretizarão?

Importa notar que a Huawei foi das poucas empresas que conseguiu subir as suas vendas ao longo de 2018. Tanto a Samsung como a Apple rumaram em sentido inverso, o que atribui à chinesa a confiança necessária para querer ser número um já em 2020.

Veremos de que forma este otimismo de Dj Koh terá, ou não, razão de ser no futuro. O mercado precisa de ser agitado de alguma forma, mas falta-nos saber como.

Editores 4gnews recomendam:

Fonte | Via

Carlos Oliveira
Carlos Oliveira
Tendo já passado por várias casas, a 4gnews é aquela que me segura desde 2015. Com um desejo insaciável de me manter atualizado tecnologicamente, a partilha desse conhecimento é apenas o seguimento natural das coisas.